Bancos privados tentam atrair público de baixa renda para financiamento habitacional

O financiamento habitacional tem atraído muitas famílias para conquistarem o sonho da casa própria, a família que pertence a baixa renda poderá conseguir o financiamento em outros bancos privados. Isso porque agora o Bradesco e Itaú aderiu as famílias dessa faixa. Os mesmos estarão disponibilizando para as famílias de baixa renda o financiamento que as mesmas precisam.

Sobre o Minha Casa Minha Vida

O financimaneot estatal da habitação iniciou em março de 2009 e desde então tem alcançado muitas famílias por todo do Brasil. As pessoas que tem direito á participar do programa deverão ter renda mensal bruta de até três salários mínimos, assim conseguirão o financiamento desejado.

As moradias oferecidas através do programa foram construídas seguindo o mesmo padrão, tudo para oferecer ás famílias condições essenciais para suprir as necessidades básicas delas.

  • Saneamento básico;
  • Conforto;
  • Encanamento adequado;
  • Outros.

Faixa 3 do Minha Casa Minha Vida em 2020

As famílias que estão na faixa considerada de “baixa renda” são as que tem renda mensal de R$ 3.600,01 à R$ 6.500,00. Uma das grandes novidades é que além da Caixa Econômica Federal os bancos privados estão investindo em financiamento para famílias dessa faixa, facilitando a vida de quem deseja ter a casa própria.

Conheça os bancos privados tentam atrair público de baixa renda para financiamento habitacional:

    • Bradesco;
    • Itaú.

Financiamento Bradesco para famílias de baixa renda

O Banco Bradesco testa a opção de financiamento Bradesco para famílias de baixa renda, o mesmo concede o financiamento para pessoa física que tem renda bruta de até 7 mil reais e incorporadoras. Essa é uma excelente oportunidade tanto para o comprador do imóvel ou incorporadora como para o banco.

Essa opção válida só é possível, porque a queda dos juros no crédito imobiliário acontecerá para quem utilizar recursos da poupança – SBPE. Com a repentina queda de taxas de juros dos financiamentos, o mesmo tornou-se atrativo para as famílias que buscam ter a casa própria.

Ao oferecer essa opção o Bradesco está saindo da sua zona de conforto, que seria oferecer o financiamento á pessoas com maior poder aquisitivo e indo em direção ao novo alcançando famílias da Faixa 3.

“Já estamos avançando para o nível 3. Queremos experimentar e entender o público alvo e as características dessa base de clientes.”

 Disse o diretor executivo do Bradesco, José Ramos Rocha Neto, durante o Abecip Summit 2019.